Para ouvir a rádio terá de clicar na imagem. Obri(F)ado

Procure a letra do Fado * Pelo título correto * E veja aqui publicado * O seu Fado predileto.
* * *
Por questões de funcionalidade, existem índices divididos em 2/3 colunas. > Os Fados de Coimbra bem como os Fados Humorísticos estão em colunas próprias.
- - -

Se não encontra o fado pretendido // Envie, por favor, o seu pedido.

Canto aquilo que escrevi

Silveste José / Alfredo Duarte *fado cravo*
Repertório de José Guerreiro

Canto aquilo que escrevi
As mágoas que já vivi
A razão dos meus dilemas
Comecei com um rascunho
E agora com o meu punho
Vou escrevendo alguns poemas

Em cada letra que invento
Vou buscar o meu sustento / Que me dá vida e vigor
Escrevo a minha liberdade
Também escrevo com saudade / E faço versos de amor

Escrevo a minha descoberta
Procuro a palavra certa / Cada palavra è encanto
Escrevo dor e alegria
Dou largas à fantasia / Escrevo ao riso e ao pranto

Cada verso è uma aventura
Poesia, minha loucura / Luta que nunca perdi
Ao cantar aquilo que escrevo
Dou ao fado aquilo que devo / Canto aquilo que escrevi