- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.240 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.053.000 VISITAS /*/ FEVEREIRO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

.

Cidade mulher-poema

Mário Raínho / José Manuel Castro
Repertório de José Manuel Castro

Cidade inventada
Espelho onde me vejo
Gaivota mimada a brincar no tejo
Musa dum pintor 

Olhar de avelã
Meu perfeito amor, estrela da manhã
Menina cidade

Presente e passado
És cais de saudade e berço de fado
Varina Maria

Mulher marinheira
Que bebes maresia no cais da Ribeira


Adeus cidade, v
ou viajar num poema
Levo saudade para servir-me de tema
Embarco assim para te trazer o mundo
Espera por mim, que regresso num segundo

Parto num verso, espera por mim um momento
Que no regresso monto cavalos de vento
Vê a verdade, não fiz promessas à toa 

Adeus cidade, olá Lisboa