- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

A lua

Carlos Conde / Alfredo Rodrigo Duarte
Repertório de Alfredo Marceneiro

A Lua é dona e senhora
Tem domínios coruscantes
Tem um mundo em cada estrela
Mal o Sol se vai embora
Veste o seu véu de brilhantes
E passa a noite à janela

Duma estranha suavidade / Duma graça inspiradora
De protecção aos amantes
No seu ar de majestade / A Lua é dona e senhora
Tem domínios coruscantes

Odalisca caprichosa / Que o tempo jamais definha
E a torna ainda mais bela
A Lua é tão poderosa / Que no céu aonde é rainha
Tem um mundo em cada estrela

O seu encanto não finda / Mas faz-se mais sedutora
Nos seus caprichos constantes
Só à noitinha se alinda / Mal o sol se vai embora
Veste o seu véu de brilhantes

É tão grande o poder seu
Que logo que o mar retrata / A graça que ela revela
Manda engalanar o céu
Com cintilações de prata / E passa a noite à janela