- - -

- - -
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...
- - -
° 6.000 Letras Publicadas // 1.7550.000 Visitas ° Maio 2020
- - -
° Por questãoes de funcionalidade existem índices divididos em 2/3 colunas // Os fados de Coimbra e os Humorísticos estão em colunas isoladas °
- - -
° Procure a letra do Fado // Pelo título correto // E veja aqui publicado // O seu Fado predileto // Se não encontra o seu fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido °
- - -
° fadopoesia@gmail.com °

.

A água daquela fonte

Mário Raínho / Fontes Rocha
Repertório de Zé do Mar

A água daquela fonte
Anda a cantar como louca
Serpenteia pelo monte
Mata a sede à minha boca

Vem da nascente primeiro / Aquele pequeno fio
Que se transforma em ribeiro / Para mais tarde ser rio

Descendo p’la serrania / Vem sempre a cantar, contente
E perdida d’alegria / Mata a sede a toda a gente

A correr num desafio / Nunca deixa de cantar
Tem nos seus olhos de rio / A esperança de ver o mar