- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ FEVEREIRO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

BARRA DE PESQUISA

Santo António detective

Artur Varatojo / Carlos Dias
Repertório de Beatriz da Conceição

O roubo foi descoberto sem auxílio de ninguém
Nem foi participado a este, áquele, ou alguém
Foi o caso do suspeito, revoltado, contrafeito
Se sentiu horrorizado ao ver-se assim, acusado

Santo António quando soube do furto e da acusação
Ouvi ambos e depois
De ver a fonte, as pegadas e as duas bilhas quebradas
Em defesa dos culpados, chamou de parte os jurados
E disse-lhes ao ouvido;
O beijo não foi roubado, foi apenas consentido

Chamaram-lhe de ladrão, és um furto de ocasião
A vitima nem sequer chora, não fugira nem gritara
Que se soubesse ninguém, que depusera contra ele
Era limpo o seu passado, devia ser perdoado