- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Alexandrino

Carlos Freire / Alfredo Duarte *lembro-me de ti*
Repertório de Margarida Bessa

Cantava antigamente, p’ra expandir a alegria
No tempo em que vivi risonha mocidade
Tal quel os passarinhos, soltava meus trinados
Ingénuos, descuidados, tudo felicidade

Achei o teu olhar perdido nos meus olhos
Que p’ra mim foram escolhos de tão dura paixão
Hoje já não te olho, já não te quero ver
Basta-me p’ra sofrer, ver-te com o coração

Porém, assim ceguinha, cega de amor por ti
Nada melhor eu vi, que um amor verdadeiro
E se nada mais vejo, nada melhor senti
Pois vendo-te a ti, eu vejo o mundo inteiro