- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ FEVEREIRO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

BARRA DE PESQUISA

Um motivo p'ra saudade

Paco Bandeira
Repertório de Nuno de Aguiar

Quando eu era moço, rapazinho de calção
Ouvia-se o fado como manda a tradição
Vinham os fadistas lá dos bairros populares
Que sem dar nas vistas mostravam como cantar

E tão sem vaidade tocavam o que sabiam
Que toda a cidade vibrava com o que diziam

Essses cantores, trovadores, amadores, os tais vadios
Reis e senhores, lidadores, conquistadores dos desafios
Eram artistas inspirados e valentes
Que não cantavam só p'ra se mostrar á gente;
Antes se davam com grandeza e com verdade
P'la fadistice, p'la dignidade
Claro que são um bom motivo p'rá saudade

Lembro o Zé da Amélia, os Porfírios que eram dois
Joaquim Campos, Chico Martinho depois
O Júlio Vieitas que era fadista escritor
O Filipe Pinto, um grande apresentador

No tempo do Luso era grande o seu talento
Ao lado da Amália e dos maiores do seu tempo