- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Deixo-te tudo

Luís Pedreira / Franklim Godinho
Repertório de Flora Pereira

Deixo-te tudo o que é meu
Já te dei tudo o que tinha
Fico dabaixo do céu
Sem nenhuma coisa minha

Não tenho nada, senão / A pobreza e a lembrança
E o xaile da solidão / Que te deixo como herança

A febre, a dôr, a ansiedade / Duma boca sem desejo
Onde a palavra sauade / Tomou a forma dum beijo

E uns olhos que se não curam / Da cegueira de te olhar
E que sempre te procuram / Sem te conseguir achar