- - -

- - -
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...
- - -
° 6.000 Letras Publicadas // 1.7550.000 Visitas ° Maio 2020
- - -
° Por questãoes de funcionalidade existem índices divididos em 2/3 colunas // Os fados de Coimbra e os Humorísticos estão em colunas isoladas °
- - -
° Procure a letra do Fado // Pelo título correto // E veja aqui publicado // O seu Fado predileto // Se não encontra o seu fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido °
- - -
° fadopoesia@gmail.com °

.

Chinelas da Mouraria

Linhares Barbosa / Santos Moreira
Repertório de Carlos Ramos

Chinelas da Mouraria
Não há vida como a delas
Baquetas em harmonia
Tamborilando as vielas

Felizes ou malfadadas
Podem ser p'la vida fora
Porque elas marcam, coitadas
Os passos que uma mulher
Dá na vida, hora a hora

Vão atrás da procissão
Têm o rufar dos tambores / Solenes pelo caminho
Sentem que ao pisar o chão
Pisam as humildes flores / De alfazema e rosmaninho
É vê-las nos bailaricos
Estalinhos de Santo António / Não fazem mais algazarra
São como dois mafarricos
Nos pézinhos dum demónio / Que no amor se desgarra


Conta-se que certa vez
Numa castiça toirada
Uma chinela atrirada
Feriu a cara do Marquês

Desde então, desde essa era
Com verdade ou fantasia
A chinela da Severa
Entrou na história do fado
Do fado da Mouraria