-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.350' LETRAS <> 3.180.000 VISITAS * ABRIL 2024 *

. . .

Valsa vienense

António Lobo Antunes / Renato Varela *fado varela*
Repertório de Paulo Penim

Porque és o retrato dos meus olhos
Onde as fontes do sol vêm beber
Este mar de Setembro azul perfeito
Que nas pedras acaba de morrer

Porque na noite clara do teu peito
A lua é só um pássaro ferido
E as palavras nascem dos meus dedos
Carregadas de sonho e de sentido

Porque és a cor dos rios em cada fonte
No silêncio da terra revelada
Lágrima, orvalho, pétala horizonte
Onde se abre verde a madrugada