- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

As quatros operações

Vasco Graça Moura / Pedro Pinhal, Joana Amendoeira
Repertório de Joana Amendoeira


Fui deitar contas à vida
Fiz as quatro operações
Num instante e de seguida
Tirei certas conclusões

Comecei pela adição / Porque te amei mais e mais
Se fiz essa soma à mão / Fiz também contas mentais

Aprendi a tabuada / E vi que multiplicar
Era a forma acelarada / De o meu amor aumentar

Depois vi que subtraia / A tua deslealdade
E o total se reduzia / Para menos de metade

Essa foi a consequência / Da mentira repetida
E assim a minha existência / Acabava dividida

E agora não me comove / Dar-te uma prova provada
Fiz sempre a prova dos nove / E deu noves fora nada

Enfim... não leves a mal / Que eu te diga em voz serena
Não tiro a prova real / Porque já não vale a pena