- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lisboa em festa

Aníbal Nazaré / Ferrer Trindade
Repertório de Amália 

Hoje é dia de festa na cidade
Lisboa veio prá rua p’ra cantar
Mas achou que era fraca a claridade
Que lhe vinha do alto, do luar

Lisboa vista assim, dá gosto vê-la
E nem tanto balão era preciso
Porque cada balão é uma estrela
E cada rapariga um sorriso

Lisboa cá vem
Risonha a cantar
Vá, deixem passar as raparigas
Lisboa cá vem
Que a venha escutar
Quem queira aprender novas cantigas
Cantar uma trova
E sem ter fadiga
P’la cidade inteira andou à toa
Na Lisboa nova
Na Lisboa antiga
Lisboa é sempre Lisboa

Quando Lisboa vem cantar p’rá rua
Para alegrar os nossos corações
Parece que no céu a própria lua
Se debruça a ouvir suas canções

Os bairros da cidade estão em festa
Os santos têm na rua aos seus altares
E não há noite alegre como esta

Que é dedicada aos santos populares