- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Guitarra portuguesa

António Mendes / Julio de Sousa *fado loucura*
Repertório de Luís de Matos 

Oh guitarra portuguesa
Quando o artista te agarra / Ganhas vida e beleza
Coração bem moldado
Nasceste com o condão / De fazer chorar o fado

Tu tens vida nas tuas veias de arame
Porque a tua voz sentida
Chora sem ter um derrame
Quando os dedos percorrem a tua escala
Para ti não há segredos
E deixas todos sem fala


Oh guitarra companheira
Daquelas noites de farra / E do bom fado à maneira
O teu som nos consola
Quando acompanha o tom / No compasso da viola

Tão certinhos que nos ensina a cantar
Com acordes gemidinhos
que até parecem chorar
Oh guitarra, minha amante realista
Sem ti, amiga bizarra
Ninguém seria fadista