- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Em que mundo nasci

Artur Ribeiro / Fernando Freitas *fado noquinhas*
Repertório de Tristão da Silva

Em que mundos nasci, a que mastro me asteio
E porque fui deposto neste covil de loucos
Em que ventre pari os versos que trauteio
Porque me foi imposto ter de cantar a moucos

De que marés sobrei, a que ventos me agito
Porque razão aceito ser boneco de corda
Porque me acomodei, porque raios não grito
Homem ao mar... e deito meu corpo pela borda

Em que mundos nasci, que trago na ideia
Ao deitar a fatexa a perdidos dilemas
A que mundos desci, que sem que ninguém leia
Escrevo a fazer queixa de min, nos meus poemas