- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quando o sol

Luís Vaz de Camões / José Campos e Sousa
Repertório de Ana Laíns 

Quando o Sol encoberto vai mostrando
Ao mundo a luz quieta e duvidosa
Ao longo duma praia deleitosa
Vou na minha inimiga imaginando

Aqui a vi, os cabelos concertando
Ali, co’a mão na face tão formosa
Aqui, falando alegre, ali cuidosa
Agora estando queda, agora andando

Aqui esteve sentada, ali me viu
Erguendo aqueles olhos tão isentos
Aqui movida um pouco, ali segura

Aqui se entristeceu, ali se riu
Enfim, nestes cansados pensamentos
Passo esta vida vã, que sempre dura