- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Fado Rita Ribeiro

Tiago Torres da Silva / Alves Coelho *fado maria vitória*
Repertório de Rita Ribeiro

Se fosses tu o ribeiro
Que no meu nome se diz
Haveria um cacilheiro
A vagar no nevoeiro
Á procura dum país

Quando tu fores a revista / Que no teu sangue se sente
Vais ser compére ou corista / A actriz e a fadista
Porque tu és toda a gente

E se tu fosses o fado / Que na tua voz ecoa
Talvez um verso quebrado / Fosse nascer noutro fado
Onde se ouvisse Lisboa

Nessa alegria infinita / Do palco onde se unem almas

P’ra tu seres apenas Rita / Na gratidão infinita
De te dares quando ouves palmas