- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Anjo ou demónio?... eu !

Mário Raínho / Daniel Adzemian
Repertório de Mara Pedro

Sou assim, não sou mais nada
Um misto de sol e lua
Empedrado de calçada
Sinistra sombra de rua

Sou, quiçá, um dos barqueiros / Das barcas de Gil Vicente
Que conduz os derradeiros / Destinos, de tanta gente

Não vou onde quero ir / Vou só por onde não quero
Se me apetece sorrir / Choro sem ter desespero

Gargalho a minha tristeza / Dou luto à minha alegria
E nunca tenho a certeza / Quando é noite ou quando é dia

Sou esta contradição / Feliz em sonhos aflitos
No meio da multidão / É que oiço o silêncio aos gritos

Sou citadino e campónio / Nenhum dos dois mora em mim
Serei
um anjo ou demónio / 
Descubram isso por mim