- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Destino

Alberto Janes / Diogo Clemente
Repertório de Carminho

Quando nasce uma pessoa
No livro destino faz-se
Uma história má ou boa
E a vida que teremos
Ali escrita e resolvida
Não somos nós que a escolhemos

Porque procuras esquecer o meu carinho
Se naquelas escrituras
Não è esse o teu caminho
Foges depois, sentes que o destino tonto
Resolveu que nós os dois
Entramos no mesmo conto

O caminho dos teus passos
Na vida e o meu carinho
Estão escritos nos mesmos traços
A verdade è conhecida
È que tu ès a metade
Metade da minha vida

Não sei porquê, na história dos nossos fados
Nem uma linha se lê que nos deixe separados
E se o dsetino já nor marcou esta sina
Ès meu desde pequenino, sou tua de pequenina