<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Canto breve

Rodrigo Costa Félix / Pedro Pinhal
Repertório de Rodrigo Costa Félix

Porque canto, porque grito
Porque me sentes tão longe
Quando te tenho tão perto
Porque pedes o infinito
Se o nosso tempo nos foge
Se tudo é vão e incerto

Porque me dizes adeus
Porque te escondes fechada / Sem me dizeres onde vais
Não vês que os olhos meus
Seguem os teus p’la estrada / E não os deixam jamais

Não entendes quando digo / Que sou teu, eternamente
E o mais que o tempo deixar
Tu és meu porto de abrigo
Minha luz de sol poente / Meu horizonte, meu mar

Eu não te guando segredos / Amor, nem mágoas enfim
Nem de mentias me visto
Tu já conheces meus medos
Tu já és parte de mim / E eu sem ti não existo