<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Desculpa se te usei

Duarte / Frederico de Brito *fado dos sonhos*
Repertório de Duarte

Tu vais dizer que acabou
Foi bom enquanto durou
E que a vida é mesmo assim
Vais levar o teu olhar
O teu céu, o teu brilhar
Esses não podem ter fim

Vais ter uma casa grande
Com crianças a brincar / E horários para cumprir
Vais esquecer os lugares
Onde nas noites sem sono / Ficava a ver-te dormir

Sem promessas nem perdões
Volto às malditas paixões / Que tomam conta de mim
Trazem noites e ressacas
Corpos sem nome e sem marcas / Angústia à beira do fim