- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Maria da Ribeira

Letra e musica de Jorge Atayde
Repertório de Rodrigo

Mesmo na noite bem fria / Percorrendo a Ribeira
Seu nome, doce Maria / Sabe-me a povo e a canseira

Pára ali p’ra mais além e a olhar
Não diz nada, não liga a ninguém
Vê o peixe que há-de comprar
P’ra vender depois vender a alguém

O velho xaile traçado
Na pé a tairoca rota
O avental amarrotado
Anda a varina na lota

O lote chegou há pouco / Trouxe petinga a saltar
O Manel trabalha louco / E o Tio Zé vai-se deitar

A Maria olha e vê também
O peixe fresco a brilhar
Mas na bolsa ela não tem vintém
Para poder lá chegar