- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.360 LETRAS <> 2.245.800 VISITAS <> AGOSTO DE 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

E se eu cantar

Letra e musica Rui Rocha
Repertório de Beatriz Felício

A vida não é novela
Pode até ser bem mais bela / Se vivida com prazer
Pode até ter episódios
Mas não deverá ter ódios / Nem maldades por fazer

Namorados, casamentos
Uns abraços, sentimentos / Mil sorrisos no olhar
Deve ser levadda a sério
Pois a vida é um mistério / Que demora a desvendar

Eu quero viver sempre a apender
Pois só assim será mais fácil crescer
E se eu cantar posso espantar
Um qualquer mal que a vida tenha p’ra me dar

Vai ser bom sentir saudade
Seja qual for a idade / Porque assim não esquecerei
Vai custar dizer adeus
A todos que sinto meus / E no coração guardei

A tristeza e a alegria
Partilhadas dia a dia / Vão ganhar muito valor
O beijo de uma criança
Faz-nos renovar a esperança / Que a vida tem sempre amor