--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------
- - - - - -

---------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...
----------------------------------------------------------------------------------
6.135 LETRAS PUBLICADAS ° 1.900.000 VISITAS ° 23.09.2020
----------------------------------------------------------------------------------
Procure a letra do Fado // Pelo título correto // E veja aqui publicado // O seu Fado predileto <> Se não encontra o seu fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.
----------------------------------------------------------------------------------
Por questões de funcionalidade existem índices divididos em 2/3 colunas.

..................................................................

Quando em Lisboa

Rui Manuel / Martinho d'Assunção
Repertório de Casimiro Silva

Quando em Lisboa amadurecem as guitarras
E a madrugada se entre-olha à luz de velas
A solidão è uma sombra que devora
As outras sombras que percorrem as vielas;
Quando em Lisboa amadurecem as guitarras
O fado parte como o Tejo, barra fora

Quando em Lisboa anoitece
O Bairro Alto parece
Chamar Alfama num convite à desgarrada
Se a Mouraria o aceita
A Madragoa aproveita
Lisboa já não vai dormir, fica acordada

Quando em Lisboa o silêncio è um poema
E descobrimos que as palavras somos nós
Só nos amantes pode haver intimidade
Igual ao som duma guitarra e uma voz;
Quando em Lisboa o silêncio è um poema
O fado diz que tomou conta da cidade