- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.700 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Trevo da minha sorte

Manuel Carvalho / Alfredo Duarte *fado louco*
Repertório de  Sílvia Raquel

Meu coração não resiste
Tento manter aparência
Por ti amor ando triste
A chorar a tua ausência

És minha sorte, meu trevo / Meu amor e meu pecado
Meu poema onde m’atrevo / A dizer que és o meu fado

Quero mandar-te num beijo / Meu lamento, meu recado
Dizer-te o quanto desejo / Viver na vida a teu lado

E nesta minha ansiedade / Nesta sorte sem escolhas
Faço rimar a saudade / Com trevos de quatro folhas

Meu amor guia teus passos / Para mim que sou teu norte
Volta amor para meus braços / 
És trevo da minha sorte