- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.685 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Paixão fatal

Maria de Lurdes Brás / Frederico de Brito *fado britinho*
Repertório: Afonso de Oliveira

Foi na rua da Atalaia
Que encontrei um certo Faia
Muito bem acompanhado
Que pelo braço trazia
Uma Princesa vadia
Vulgar amante do fado

Cheio de curiosidade
Quis conhecer a beldade / Por muitos diz ser amada
Procurei de noite e dia
Toda a gente me dizia / Procura-a de madrugada

Passei noites sem dormir
E comecei-me a sentir / Totalmente embriagado
E cheguei à conclusão
Que era grande a paixão / Por essa amante do fado

Numa noite foi fatal
Entrei na tasca real / Onde o fado se desgarra
Quase que enlouqueci
Pois na minha frente vi / Minha paixão, a guitarra