- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

De costas voltadas *J.Guimarães*

José Guimarães / Manuel Reis
Repertório de Filomeno Silva

De costas voltadas
A tudo que é mau, meu amor
Iremos mãos dadas
Em busca de um mundo melhor
Iremos em frente
Transpondo fronteiras fechadas
E quem ri da gente
Rirá certamente, de costas voltada

Ai, daquele que não sabe
Qual o caminho que pisa
Ai, daquele que a verdade
Procura não entender
Ai, daquele que pensar
Que dos outros não precisa
E desvia o seu olhar
Para a verdade não ver

Voltemos as costas a toda a maldade
Olhemos em frente, em frente à razão
Ai, daquele que insistir
Que desconhece a verdade
Ai, daquele que fingir
Que não sente o coração