- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 2.000.000 VISITAS // DEZEMBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

A Oliveira

Frederico de Brito / Miguel Ramos *fado oliveira*
Repertório de ?

Sentei-me à sombra fagueira
D'uma frondosa Oliveira
Posta à beira do caminho
Nem uma folha tremia
E no silêncio, eu ouvia-a
Murmurar muito baixinho

Foi um moço cavador
Que me pôs com todo o amor / Neste chão abençoado
E depois de estar criada
Eu dei-lhe o cabo da enxada / E o timão do seu arado

Quis dar-lhe a trave do lar
Dei-lhe a lenha p´ra queimar / Dei-lhe o azeite da ceia
Dava-lhe a sombra no estio
E em noite d'Inverno frio / Dava-lhe a luz da candeia

Vi-o velhinho e cansado
Dei-lhe o nodoso cajado / Mas, fosse lá p'lo que fosse
Farto da vida buscou-me
Veio a meus braços, mirou-me / E neste ramo, enforcou-se