- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Com conta, peso e medida

Letra e música Manuel de Almeida
Repertório do autor 

Todo o vinho que se bebe nas adegas
Com conta peso e medida
É um bem que se recebe, são achegas
A dar vida à própria vida

Seja velho seja novo
É um bem que não dispenso
O vinho é sangue do povo
Desse povo a que pertenço

Vamos saudar com vinho vida
E numa pipa esgotar
O cantar na despedida
E não me espanta esta verdade
Pois quando canta
Também canta a felicidade

Tristezas e alegrias, quem diria
Dá o vinho é bem de ver
Esta vida são dois dias
E um foi feito para beber

E julgo não ser pecado
Entre amigos, num grupinho
Um fadinho bem cantado
Entre dois copos de vinho