- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Outra rosa me trouxeste

Maria Manuel Cid /  Alfredo Duarte *menor versiculo*
Repertório de Fernanda Maria

A rosa que tu me deste, que ternura
Ao calor do teu abraço já murchou
Outra rosa me trouxeste, que amargura
Nem sequer no meu regaço desfolhou

Com a dor de braço dado, que saudade
Como a rosa desbotada, me tornei
P'ra matar o teu pecado de maldade
Essa flor abandonada desfolhei

Com a sombra do meu gesto de agonia
Um pedaço de roseira se cravou
Esse espinho foi o resto que vivia
Recordando-me a cegueira que passou