- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mãe amor eterno

Maria de Lurdes Brás / Franklim Godinho
Repertório de Maria de Lurdes Brás

Ser mãe é sentir a dor
De dar à luz um novo ser
È mostrar o seu amor
De quem ama com prazer

A mãe è uma roseira / Que desabrocha em botão
È mulher é companheira / Está presente e sempre à mão

Mãe è Verão è Primavera / È Outono è Inverno
Não tem idade nem era / È um amor sempre eterno

São três letrinhas apenas / Mas que nos soa tão bem
È das palavras pequenas / A maior que o mundo tem
E não há nada mais doce
Mais doce que amor de mãe