- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.685 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quadras dum dia sozinho

Duarte / Carlos Manuel Proença e Duarte
Repertório de Duarte

Minha terra não tem rios
Minha terra não tem mar
Mas todos os meus vazios
Vão à minha terra dar

Meu amor nunca lá foi / Meu amor nunca me quis
Eu vivo do que não foi / Com tudo o mais que não fiz

Indiferença no sentir / À vontade no calar
Acredito que há-de vir / No dia em que não vou estar

Minha terra não tem rios / Minha terra não tem mar
Vão-se embora os meus vazios / Quando o meu amor chegar