<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
As 5.800 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Asas fechadas

Amália Rodrigues / Alain Oulman
Repertório de Amália

Asas fechadas são cansaço ou queda
Pedra lançada, ou voo que repousa
Em meu sorriso a minha entrega
Que meu olhar não ousa

Asas fechadas dizem dois sentidos
Ambos iguais e versos verticais
No teu sorriso só pressinto um sofrimento mais

Asas fechadas, desce quem subiu
Buscar a terra è ter falhado o céu
Nos sorrisos indecisos o
utro sonho nasceu

Asas fechadas, sonho ou desespero
Ponto final ou ascensão sem par
Nestes sorrisos espero por não saber chorar
É prudente o silêncio de quem só sabe sonhar