<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Como eu os vi

Neca Rafael / Alvaro Martins
Repertório de César Morgado

Quando eu a vi / Vi que me queria falar
Falou-me em ti / E depois pôs-se a chorar

Pôs-se a chorar e coitada / A chorar se despediu
Ela a chorar me pediu / P’ra eu não te contar nada

Que coisas tem o amor
O riso a dor a alegria e pranto
Como tive pena dela
Dela, daquela que te ama tanto

Vejo-te agora / Sozinho, triste e sem ela
Mandaste-a embora / Andas a sofrer por ela

Não lembraste que depois / Dum arrufo tão banal
Andam a sofrer o mal / Da culpa que cabe aos dois