- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Eu nasci na Mouraria

Conde Sobral / Popular *fado mouraria*
Repertório de Fernando Maurício

Eu nasci na Mouraria
Na rua do Capelão
Onde a Severa vivia
Onde o fado é tradição

Se o destino está marcado / E só por ele vivemos
O bairro onde nascemos / Também lhe anda ligado
Não me sinto mal fadado / Nem maldigo a condição
Que desde o berço é razão / Desta minha nostalgia
Eu nasci na Mouraria
Na rua do Capelão 

Por ser assim fatalista / Fiz da minha alma escrava
Da saudade que pairava / Nesse bairro tão fadista
E não consinto que exista / Quem ponha mais devoção
Mais alma, mais coração / Ao cantar a Mouraria
Onde a Severa vivia

Onde o fado é tradição