- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Cidade meu sofrimento

Fernando Campos de Castro / Franklim Godinho
Repertório de Arlindo de Oliveira

Cidade aonde me agito           
Onde falo e quase grito
Procurando a minha idade
Cidade que é esta fome
Dum fogo que se consome
Entre mentira e verdade

Cidade que me entontece
Com bordeis onde se esquece / Entre o cigarro e a bebida
É no teu ventre que pulsa
Entre o prazer e a repulsa / Tanta morte e tanta vida

Cidade minha razão
Minha eterna confusão / És barco sem ter infância
Cidade rio afundado
Pelo mar encapelado / Nas praias da tolerância

Ai cidade aonde habito
Entre o longe e o infinito / Do dia a dia que enfrento
Ai cidade tão ingrata
De luxo e bairros de lata / Cidade meu sofrimento