- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Almas sem destino

Fernando Campos de Castro / Armando Machado *fado suplica*
Repertório de Mélanie
                                                                                             
O que ficou de ti foi só um resto
D’escombros diluídos nos meus dedos
Nem sequer o assombro mais funesto
Ficou na noite fria dos meus medos

Nem o líquido som do teu desejo
Ficou p’ra refrescar tanta secura
Na boca nem a sombra dum só beijo
Para acalmar-me a sede e a loucura

Silêncios, evasivas, pó e nada
Que doem muito mais que a dor maior
Um som de despedida inacabada
Nuns olhos de abandono já sem cor

O que ficou de ti em mim se arrasta
Como fantasma na noite em desatino
Sopros de vida breve e já tão gasta
Das nossas almas loucas sem destino