<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>
Loading ...
<> <> <> <> <>
Vai certamente encontrar // Algumas incorreções /:/ Se quiser, pode ajudar // Com boas informações.

<> <> <> <> <>
As letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <> <> <>
A seguir aos índices encontrará uma lista aconselhável de FONTES de FADO !!!

<> <> <>

<> <> <>
5.680 Letras / 1.320.000 VISITAS // JULHO 2019

Alegre eu ando

Natália Correia / Fontes Rocha
Declamado por Natália Correia
Adaptação de Natália Correia para um poema medieval da autoria de Nuno Fernandes Torneol

Ergue-te amigo que dormes nas manhãs frias
Todas as aves do mundo de amor diziam 
Alegre eu ando

Ergue-te amigo que dormes nas manhãs claras
Todas as aves do mundo de amor cantavam
Alegre eu ando

Todas as aves do mundo de amor diziam
Do meu amor e do teu se lembrariam
Alegre eu ando

Todas as aves do mundo de amor cantavam
Do meu amor e do teu se recordavam
Alegre eu ando

Do meu amor e do teu se lembrariam
Tu lhes tolhestes os ramos em que eu as via
Alegre eu ando

Do meu amor e do teu se recordavam
Tu lhes tolhestes os ramos em que pousavam
Alegre eu ando

Tu lhes tolhestes os ramos em que eu as via
E lhes secastes as fontes em que bebiam
Alegre eu ando

Tu lhes tolhestes os ramos em que pousavam
E lhes secastes as fontes que as refrescavam
Alegre eu ando