- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ai, a noite é tão pequena

João Fezas Vital / José António Sabrosa *sextilhas*
Repertório de Carlos Macedo

Gosto tanto de te ver
Quando vens e és só mulher
E de mim não trazes nada
Gosto tanto, meu amor
Que nem escondo esta dor
De não querer a madrugada

Se ao menos, ver-te chegar
Fosse partir e ficar
Em ti, por ti, sem saudade
Na hora de sermos dois
O frio dos meus lençóis
Não queimaria a verdade

Ai, a noite é tão pequena
Para me alegrar a pena
De saber que vais partir
Sem que eu feche minha mão
Onde fica o coração
Que me ensinou a sorrir