- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Acordei e vi Lisboa

José Luís Gordo / Carlos Macedo
Repertório de Carlos Macedo

Acordei e vi Lisboa
Com mais graça do que a Graça
Com mais Tejo do que mar;
Os seus dentes eram sal
Que roubavam luz ao sol
E cegavam meu olhar

Acordei e vi Lisboa
Mais alegre que a alegria / Mais cansada que o cansaço
Tinha andado loucamente
Dançando com toda a gente / E cantando o velho fado

Acordei e vi Lisboa
Mais tristonha que a tristeza / A chorar mais que a saudade
Mas tinha aberta a janela
No céu havia uma estrela / A dizer-lhe: olá cidade