- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.570 LETRAS PUBLICADAS <> 2.630.000 VISITAS < > NOVEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

De não saber ser loucura

Mafalda Arnauth / J.J. Cavalheiro Júnior *fado menor do porto*
Repertório de Mafalda Arnauth

Vou desvendando sentidos
P'ra descobrir o que é meu
Será que os dias vividos
Me vão dizer quem sou eu

Vou desbravando este nada / Eterna em mim, a procura
Já tenho a alma cansada / De não saber ser loucura

Vou numa ânsia de morte / Correr aquilo que sou
Quem sabe se um dia a sorte / Não me dirá ao que vou

E se eu chegar, não sei onde / Ao onde, vou perguntar

Se o que dentro em mim se esconde / É p'ra esquecer ou ficar