Rádio em manutenção neste bloge. Loading ...

5.915 LETRAS // 1.500.000 VISITAS // DEZEMBRO 2019

Bicho de conta

Luís Macedo / Frederico de Brito *fado britinho*
Repertório de Camané

Meu pobre bicho de conta
Que te enrolaste de vez
Já não vives nos jardins;
Já não sentes, já não vês
Só sei, meu bicho de conta
Que te enrolaste de vez

Minh'alma, se te matei
Perdoa por esta vez / Fiz-te aspirar tão acima
Que desceste onde hoje vês
A seres um bicho de conta / Que te enrolaste de vez

Não deixes o desespero
Ferir-te onde tu não vês / Há mais coisas nesta vida
Mais prazeres que não vês
Que essa dôr que te atingiu / É que te enrolou de vez