- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.180 LETRAS PUBLICADAS // 1.930.000 VISITAS // OUTUBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Sombras da noite

João Dias / Carlos Neves *fado tamanquinhas*
Repertório de Manuel de Almeida 

Andei p’la noite, gritando
Coisas que não entendi
Só sei que quando em quando
O teu nome ia turvando
O vinho que não bebi

E em cada sombra que via / Imaginava o teu corpo
E atrás da sombra corria
Como um cego atrás do dia / Ou um marujo sem porto

E num barco sem partida / Embarquei a minha dor
Na maré baixa da vida
Amarado à despedida / No cais do primeiro amor

E quando o dia nasceu / Senti o remorso irado
Como a culpa que morreu
O ciúme aconteceu / E assim nasceu este fado