- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Deste-me o teu corpo

Fernando Gomes dos Santos / Carlos da Maia *fado perseguição*
Repertório de Liliana Martins 

Fui lume que não queimava
Candeia que se apagava
Iluminar não podia
Deste-me o teu corpo-chama
No frio da minha cama
E da noite fiz-me dia

Fui um navio sem mar
Tolhido, de navegar / Nas marés altas da vida
Deste-me o teu corpo-água
Que me afundou toda a mágoa / E foi meu cais de partida

Já fui árvore sem chão
Fincada na solidão / Das florestas que desfiz
Deste-me o teu corpo-terra
A força em que se descerra / A minha nova raiz

Fui uma alma vazia
Um peito que se escondia / Num canto calado e escuro
Deste-me o teu corpo-fado
Para cantar o passado / 
Mas com a voz no futuro