- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 2.000.000 VISITAS // DEZEMBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Ala arriba

Manuel de Almeida / José Pereira “fado clarim”
Repertório de Nuno de Aguiar

Ala arriba é o grito dos poveiros
Que o mar misterioso lhes quer roubar
O grito dos fortes aventureiros
Heróis dos sacrifícios além mar

Lá partem nos veleiros, sorridentes
Na conquista de pão e de agasalho
E os calos que mostram avaramente
São medalhas sagradas do trabalho

Arriba... éo grito, o murmurar
Dos velhos lobos do mar nas tempestades de além
Arriba... tem cuidado ó pescador
Olha que o mar é traidor e não respeita ninguém

Oh almas peregrinas daqui vos louvo
Dos loucos vendavais com emoção
Filhos do povo que lutam pelo povo
Escravos do dever e da razão

Já vibra na alvorada o raio profundo
Da marcha triunfante do regresso
E os seus músculos sagrados são no mundo
As fortes alavancas o progresso