- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.365 LETRAS <> 2.266.500 VISITAS <> SETEMBRO 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cair em graça

Maria da Conceição Piedade / Hernani Correia
Repertório de Manuel Fernandes

Digo sempre um galanteio
Você indiferente passa
Até chego a ter receio
De não ter caido em graça

Não
tenho culpa de vê-la
Como quem anda apaixonado
Você de há muito è a estrela
Que tem meus sonhos, iluminado

Cair em graça, no amor, è bom sinal
Pois mais depressa chega a vitória
Caír em graça è sorriso natural
Onde começa mais uma história;
Caír em graça, ó menina quem me dera
Era a certeza do seu agrado
Caír em graça è sentir a primavera
Que vem de surpresa pró nosso lado


Porque ouviu um galanteio
Não se faça tão esquisita
Vaidade è pecado feio
E você è tão bonita

Eu já nem sei o que faça
Quando me lembra certo ditado
È melhor caír em graça
Que ser, deveras, muito engraçado