- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Bendita saudade

Domingos Gonçalves Costa / Alfredo Duarte
Repertório de Fernanda Maria 

Quem chora por ter saudade
A meu ver não tem razão
Pois na vida, quanta vez
A saudade è na verdade
A doce recordação
D'ilusão que se destez

Quem amou sem ser amada
Quem se embalou na miragem / Dum falso amor a brilhar
Traz a saudade guardada
Para lhe dar mais coragem / E nunca a pode deixar

Portanto, pobre de quem
Diz que a saudade anda unida / Ao mais atroz padecer
Pois quem saudades não tem
Pode viver toda a vida / 
Que não chegou a viver