- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Bairro amado

Letra e música de Frederico de Brito
Repertório de Fernanda Maria

Gemem guitarras
Notas bizarras dum fado triste
Choro e queixume
Dor e ciume que ainda existe
Tristes baladas
Canções magoadas e olhos em brasa
Isso
que importa
Se estão à porta da minha casa

È este o meu bairro amado
Que os outros são muito iguais
Ai do meu tempo passado
Que foi e não volta mais
A minha rua è tão linda
Como outra igual nunca vi
Basta que lá esteja ainda
A casinha onde eu nasci


Bairro tristonho
Que foste um sonho da fadistagem
De aventureiros
E cavaleiros de alta linhagem
Bairro tranquilo
Tu ès aquilo que eu mais adoro
Minh'alma è tua
Bairro da rua aonde eu moro