<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

A pedra que caíu

Jerónimo Bragança / Nóbrega e Sousa
Repertório de Tony de Matos

Quando a pedra caíu  / O pantano ondulou
Não sei donde surgiu / A pedra que caíu
Nem quem a atirou

Não sei quem foi que viu / Alguém nos apontou
Nenhum de nós pediu / Silêncio a quem viu
Piedade a quem falou

Eu gosto de ti e tu gostas de mim
O mais, seja o que for, deixá-lo ser
Nós vamos a par, vocês podem falar
Não è crime nenhum viver


A pedra que caíu / Alguém a atirou
Não sei quem foi que viu / Mas não nos atingiu
Caíu e lá ficou

O pantano ondolou / Não sei quem foi que viu
Alguém nos apontou / Alguém nos atirou
A pedra que caíu