- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Os loucos não mentem

Torre da Guia / Alvaro Martins
Repertório de Maria d’Assunção

Loucos, que loucos que eu os vi
Junto com eles senti
Do que é capaz o amor
Loucos, loucos assim como eles
Eu p’ráli no meio deles
A viver a mesma dor

É sempre assim
O amor faz recordar
Faz viver e faz chorar
Magoa mesmo cá dentro
E há quem diga
Que é fácil de dominar
Que pode até amarrar
A força do sentimento

Loucos, os loucos não são vaidosos
Amam, insistem, teimosos
No amor que lhes consentem
Loucos, loucos sim mas na verdade
Merecem a felicidade 
Porque os loucos não mentem