- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.360 LETRAS <> 2.245.800 VISITAS <> AGOSTO DE 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu gosto tanto de ti

Canção para Mafalda
Letra e musica de Kátia Guerreiro
Repertório da autora

Olha com teus olhos doces
Os de quem tiveres aí
Dá de ti a quem tu ames
Mas não te esqueças de ti

Faz do sorriso o segredo / P’ra gostares de viver
Abre os teus braços à vida / Aceita o que ela oferecer

Beija o sol pela manhã / Sente a chuva no teu rosto
Bebe os abraços que dás / Nunca lhes percas o gosto

Acorda sempre a sorrir / Não tenhas medo do mar
Ele não te vai mentir / E o sonho è p’ra sonhar

Olha a terra, olha o mar / Escollhe lá a tua cor
Pinta todo o coração / Mas que seja com amor

È da vida que te falo / Um pouco do que vivi
E canto agora bem alto / Eu gosto tanto de ti

Guarda como aquele loiro / O teu jeito de criança
Porque a beleza inocente / È jeito que nunca cansa

Abraça vales e montes / Olha este mundo sem fim
Conhece o cheiro das flores / E não te esqueças de mim